Shar Aleric

Shar Aleric – Humano – Heavens Oracle (Curse – Haunted)

1,85m de altura e 95kg. Olhos verdes e cabelo ruivo longo, utilizado em um rabo de cavalo.

Shar usa uma armadura de escamas (Scalemail) que foi dada de presente por seus amigos da guarnição onde serviu e usa uma capa de viagem preta com capuz. Essa capa conta com as barras bordadas em idioma celestial.

Nascido em 1346 em Shadowdale, Shar Aleric nunca se sentiu agraciado pela sorte. Shar cresceu sem seu pai, que foi morto durante um assalto a caravana da qual fazia parte, e sem a renda que seu pai trazia como segurança de caravana, sua mãe se mudou para a pequena fazenda de seus avós, levando Shar consigo. Aos seis anos de idade, Shar presenciou quando Drows invadiram a pequena fazenda e assassinaram todos os membros de sua família e roubaram todas as provisões e dinheiro que havia.

Após essa experiência traumática, Shar começou a presenciar eventos assustadores, vozes fantasmagóricas falavam com ele, ventos estranhos em lugares fechados eram comuns e objetos que se moviam sozinhos ou faziam barulho eram ocorrências cotidianas. Todas essas ocorrências fizeram com que seus tios e tutores não se aproximassem muito dele, ou lhe dessem o carinho que necessitava.

Aos 13 anos, após o tempo das perturbações, Shar percebeu que alguma coisa havia mudado, Shar percebeu que conseguia fazer alguns dos milagres que somente os sacerdotes dos deuses conseguiam, e nesse momento resolveu que procuraria um templo para descobrir o motivo.

Mas mesmo quando Shar acreditou que havia se encontrado, e que poderia pela primeira vez ter amigos, pessoas para contar, a sorte ainda não tinha resolvido lhe sorrir. Shar viajou sozinho, passando por templos de diversos deuses, pedindo orientação aos sacerdotes, mas essas orientações e esse companheirismo que tanto desejada não foi lhe dado. Os sacerdotes diziam que Shar não era natural, que não deveria existir e que os deuses somente conferiam poderes a seus servos fervorosos, e essa resposta se repetiu em templos de diversos deuses.

Em 1363, após ter viajado pelas Dalelands em busca de respostas que não foram conseguidas, Shar retornou a Shadowdale para os braços de uma nova desgraça. Seus tios e tutores haviam sido mortos durante um confronto com os Zhentarins, mas no meio dessa desgraça, Shar conseguiu sua primeira resposta. Um mago poderoso que participou batalha para repelir os Zhentarins lhe disse que as vezes, os deuses tem planos especiais para um individuo, e o concedem o dom de realizar milagres e feitos divinos, da mesma forma que os sacerdotes, e que esse dom independia da vontade desse “escolhido”.  Esse mago deu-lhe também um conselho. Não adiantaria tentar seguir o caminho dos sacerdotes, pois não era assim que esse dom funcionava, mas que Shar deveria procurar desenvolver esses poderes por seus próprios meios e colocá-los em uso, até descobrir o motivo de ter recebido esse dom.

Shar partiu então para Cormyr, onde se juntou as forças do rei Azoun como mais um capelão dos exércitos. Essa foi a primeira vez que Shar se sentiu aceito, mesmo apesar das ocorrências estranhas que o cercavam, Shar era valorizado pelos soldados que ajudava, era considerado mais um deles, era considerado um amigo.

Hoje, após todos os problemas, Shar decidiu aventurar-se, desenvolver seu dom e colocá-lo a disposição de pessoas que estejam dispostas a chamá-lo de amigo.

Apesar de respeitar os deuses, Shar alimenta um certo desprezo pelos sacerdotes, visto que os sacerdotes que encontrou em sua juventude se recusaram a ajudá-lo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s